sexta-feira, 19 de março de 2010

Ecologicamente correto


Quando lançamos em Santos o empreendimento Bella Vita Eco-club, da construtora GMR ,
1º residencial com tecnologia e inovação a serviço da natureza, tendo o compromisso com a consciencia ambiental, lembro da satisfação na apresentação dos apartamentos decorados, demostrando ao cliente os benefícios ecologicamente corretos, tais como:
. Filtro ecológico
. Sistema de captação de água da chuva, para lavar áreas comuns, regar os jardins e
lavar o carro
. Área para coleta de óleo de cozinha, gerando receita para o condomínio através da reciclagem
. Elevadores com sistema de economia de energia
. Torneiras com temporizador e chuveiros com redução de vazão
. Sensores de presença para acionamento do sistema de iluminação
. Grandes vãos de janelas para melhorar luminosidade e ventilação
. Bacias sanitárias com duplo acionamento(sólidos e líquidos), racionando o consumo de água
. Medidores individuais de água
. Redário
. Pomar
. Etc...
Mas havia algo que sempre me incomodava quando da construção de qualquer empreendimento, era a retirada de qualquer árvore existente no terreno.
Conversando com um funcionário da Prefeitura Municipal de Santos, relatei essa minha
preocupação, explicando que embora minha atividade profissional estivesse diretamente ligada a construção civil, essa expansão imobiliária em Santos me preocupava pelo fato da retirada de árvores, quando da construção de algum prédio.
Confidenciei que para mim, um edifício ecologicamente correto, não deveria retirar uma árvore sequer, deveriam contorná-la, fazer o impossível para torná-la parte integrante do empreendimento.
Ele então tranquilizou-me, relatando que para cada pedido de retirada de uma árvore pelas construtoras em Santos, é exigido o replantio de 5 novas árvores.
Enfatizando: 5 novas árvores para cada 1 retirada.
E com isso a cidade já ganhou nos últimos 3 anos, quase 7.000 novas árvores.
Trata-se do código de postura do município (lei 3531/1968).
Saber disso deixou-me imensamente feliz. Atenuou a sensação de estar colaborando para o efeito estufa da cidade que tanto amo.
Passeando pelo bairro da Vila Rica, observei que pequenas árvores foram
plantadas, elas estão inclusive com plaquinhas de identificação, são árvores nativas
como ipês, manacás, quaresmeiras... LIndas!!! E estarão muito em breve recebendo
novos moradores... Com certeza muitos pássaros estão voando à procura de um novo
lar doce lar.

Marcadores: , , , ,